3ª dispensação: O homem como autoridade sobre a Terra

 Do tremendo julgamento do dilúvio Deus salvou oito pessoas, a quem, após as águas terem baixado, Ele entregou a Terra purificada, com amplo poder para governá-la. Por esta, Noé e seus descendentes ficaram responsáveis. A dispensação deste governo humano resultou, na planície de Sinear, numa ímpia tentativa do homem de tornar-se independente de Deus, e terminou em julgamento, com a confusão das línguas. (Ver Gênesis 9: 1, 2; 11: 1-4 e 11:5-8.)